top of page

Sono & Imunidade

O sono é um comportamento básico comum a quase todos os organismos e é definido por um período de relativa falta de respostas a estímulos externos.



Estudos mostram que sono habitual curto, menor que 6 horas por noite, está associado estatisticamente a uma vida reduzida, maior vulnerabilidade a infecções virais e quantidades reduzidas de anticorpos após vacinação.


O sono está conectado à resiliência de um organismo contra infecções, podendo afetar parâmetros imunológicos específicos. Os ritmos circadianos e o sono são importantes para a homeostase do sistema imunológico. A interrupção de qualquer processo pode gerar um estado de inflamação e imunocomprometimento funcional, tornando os indivíduos mais vulneráveis a doenças.

O ritmo circadiano e a interrupção do sono acontecem simultaneamente todos os dias através de trabalhos em turnos, exposição noturna à luz e jet lag social, causado pela descontinuidade entre os horários naturais de vigília e sono e as variações nas demandas sociais dos trabalhadores etc.


Manter um padrão de sono regular, adequado às nossas necessidades fisiológicas é importante em muitos aspectos, inclusive na manutenção do sistema imunológico saudável.


Liliana Mores - Cirurgiã-Dentista CRO/SC 15297

Odontologia na Medicina do Sono

DTM & Dores Orofaciais, Bruxismos

Odontologia para Músicos

Comments


bottom of page